Marrenta, boa-praça e campeã: conheça Duda, uma das grandes revelações do São Paulo no futebol feminino

futpress
Foto: Adriano Fontes | CBF

O cenário do futebol feminino cresce cada vez mais no Brasil e nos últimos anos, com a estruturação das categorias de base na modalidade, surgiram competições Sub-18 e Sub-16, mantendo um calendário ativo para as atletas em formação. Esse é o caso de Maria Eduarda, ou somente Duda, atleta Sub-18 do São Paulo, conhecida por pessoas próximas no clube como uma atleta focada, que não tira o pé dentro de campo, e companheira de todos fora dele.

Meia de origem, Duda vê como suas principais características dentro de campo a visão de jogo e os passes em profundidade. Nas palavras da própria atleta, gosta de “pifar” as companheiras. A atleta chegou ao clube no início de 2019, após boa passagem pelo Internacional. Gaúcha, deixou a família no Sul do país e passou a morar no alojamento, onde se aproximou das companheiras. Já na primeira temporada na capital paulista, disputou o Brasileiro em duas categorias: Sub-16, em que conquistou o título, e Sub-18, em que o Tricolor ficou com o vice-campeonato.

“As meninas me ajudaram muito quando cheguei. Me receberam muito bem e isso fez muita diferença na minha adaptação rápida morando fora de casa. E Ganhar o Brasileiro já no meu primeiro ano aqui foi a realização de um sonho, foi um momento mais especial da minha trajetória até aqui”, declarou a meia, que escolheu um jogo marcante: “A semifinal foi um jogo muito importante. Não só porque pude fazer um gol, mas foi um jogo que nos deu muita confiança para chegarmos bem na final”, analisou.

No início de 2020, Duda viveu mais um momento especial: a estreia pela Seleção Brasileira. Em janeiro , na goleada por 6 a 0 sobre o Peru, a meia vestiu a amarelinha pela primeira vez e ainda balançou a rede na vitória por 6 a 0. “É um sentimento que não tem como explicar. Todo atleta quer representar o seu país e comigo não é diferente. Fico feliz de ter dado o primeiro passo, mas tem muita coisa pela frente ainda”.

Em seu segundo ano no São Paulo em 2020, Duda lamentou a paralisação que impediu o início das competições de base, mas ressalta que é o principal é pensar na segurança de todos e segue mantendo os treinamentos em casa. “É um momento de conscientização, de todos pensarem no próximo. Infelizmente não pudemos entrar em campo ainda, mas seguimos nos preparando e quando tudo puder voltar ao normal estaremos prontas para os novos desafios”, declarou.

Fonte: FutPress

Uma goleada de informação – Trivela na Rede

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.